/pravoce /música

Suplício Sertanejo

Álbum

Letra

Sou um sertanejo
Delatando a minha dor
Aqui nesse cerrado
Humilhado sempre sou
Estou de pé bem cedo
E acordo antes do amanhecer
Aqui só tem trabalho
Mulher tarda a derreter
Tem calo inté na bunda
De açudes cavucar
E o homem, vejo a hora, coitado
Da coluna arrebentar

Ah, ah
Ah, ah, ah
Ah, ah
Ah, ah

Matei um periquito pra família
Alimentar
Meus sete pequeninos
Nem sequer podem estudar
Escola é uma enxada
Terra seca do piar
Tem calo inté na bunda
De açudes cavucar
Situação moço, ê, moço, ê, moço, da
Gente
Situação

Ah, ah
Ah, ah, ah
Ah, ah
Ah, ah

Situação moço,ê, moço, ê, moço, da
Gente
Situação moço, da gente

Timbau Timbaleiro
Baticum, Baticum Ba

Ouça